MyFreeCopyright.com Registered & Protected
Pure Imagination


Forever! ♥ 

Forever! ♥ 

Coming back 4 U

Coming back 4 U

 

"How excited are you about the Royals having a second baby?”

(x)

(x)


[Tradução livre]
Feliz aniversário, Sra. Grey, E.L. James 2014
Setembro de 2013


"O que você quer de aniversário?" Christian pergunta, sua voz rouca a medida que ele acaricia a minha nuca. Nós olhamos para o espetacular pôr do sol no Sound, em nossa nova casa e seus dedos realizam sua mágica. Mas eu não consigo relaxar. Eu sei o que eu quero. Mas ele irá…? Respirando fundo, eu reúno toda a coragem que eu consigo do meu corpo.Ok. Lá vai!"Outro filho." Minha voz é tão suave quanto um suspiro.As mãos de Christian param por um longo momento, enquanto meu coração martela dentro do peito. Finalmente, lentamente, ele se vira para mim e então, estou olhando para sua expressão linda e ilegível."Nós temos um maravilhoso menininho," ele sussurra."Eu sei." Aproximando-me, eu escorrego as mãos em torno do seu pescoço, enquanto ele continua congelado, assistindo-me. "Mas eu não quero que Ted seja uma criança solitária. Eu era. Desejei por irmãos e irmãs. Você teve os dois. Não sabe como é." Eu estou tagarelando.Ele inclina sua cabeça até a minha, nossas testas se tocando, e fecha os olhos. “Ana, você quase morreu.”"Eu não estive perto de morrer. Pare de ser tão dramático.""Mas…""Eu vou implorar.""O que?""Implorar. Qualquer coisa." Droga, eu pareço desesperada."Sério?""Sim.""Qualquer coisa?" Ele levanta as sobrancelhas, seus olhos escurecendo e aquele tão familiar frisson borbulha dentro de mim. "Bem… existem possibilidades." Ele desliza o dedo da minha têmpora até o meu queixo.Ok. Dai-me forças!Eu o solto, preparada para minha confissão. “Eu parei de tomar minhas pílulas.”"O que?" Seu choque é tangível."Eu lidei com o problema. Tomei uma decisão unilateral… Eu pensei… Bem, depois da última vez…" Minha voz some assim que eu percebo que estou tagarelando de novo e sou recebida por uma parede de silêncio recriminador. Merda.Ele murmura alguma coisa; acho que é “sempre no comando”. Fechando os olhos, ele balança a cabeça. Resignado? Irritado? Ele vai recusar o meu pedido? Eu não faço ideia. Meu coração está acelerado. Eu não quero uma repetição da última vez.Quando ele os abre novamente, ele estão flamejantes.Tudo é possível!"Você quer outro filho?""Sim.""Ok. Vamos fazer outro bebê."
Obrigada à todos, como sempre, por seu apoio contínuo. EL xxx

[Tradução livre]

Feliz aniversário, Sra. Grey, E.L. James 2014

Setembro de 2013

"O que você quer de aniversário?" Christian pergunta, sua voz rouca a medida que ele acaricia a minha nuca. Nós olhamos para o espetacular pôr do sol no Sound, em nossa nova casa e seus dedos realizam sua mágica. Mas eu não consigo relaxar. Eu sei o que eu quero. Mas ele irá…? Respirando fundo, eu reúno toda a coragem que eu consigo do meu corpo.
Ok. Lá vai!
"Outro filho." Minha voz é tão suave quanto um suspiro.
As mãos de Christian param por um longo momento, enquanto meu coração martela dentro do peito. Finalmente, lentamente, ele se vira para mim e então, estou olhando para sua expressão linda e ilegível.
"Nós temos um maravilhoso menininho," ele sussurra.
"Eu sei." Aproximando-me, eu escorrego as mãos em torno do seu pescoço, enquanto ele continua congelado, assistindo-me. "Mas eu não quero que Ted seja uma criança solitária. Eu era. Desejei por irmãos e irmãs. Você teve os dois. Não sabe como é." Eu estou tagarelando.
Ele inclina sua cabeça até a minha, nossas testas se tocando, e fecha os olhos. “Ana, você quase morreu.”
"Eu não estive perto de morrer. Pare de ser tão dramático."
"Mas…"
"Eu vou implorar."
"O que?"
"Implorar. Qualquer coisa." Droga, eu pareço desesperada.
"Sério?"
"Sim."
"Qualquer coisa?" Ele levanta as sobrancelhas, seus olhos escurecendo e aquele tão familiar frisson borbulha dentro de mim. "Bem… existem possibilidades." Ele desliza o dedo da minha têmpora até o meu queixo.
Ok. Dai-me forças!
Eu o solto, preparada para minha confissão. “Eu parei de tomar minhas pílulas.”
"O que?" Seu choque é tangível.
"Eu lidei com o problema. Tomei uma decisão unilateral… Eu pensei… Bem, depois da última vez…" Minha voz some assim que eu percebo que estou tagarelando de novo e sou recebida por uma parede de silêncio recriminador. 
Merda.
Ele murmura alguma coisa; acho que é “sempre no comando”. Fechando os olhos, ele balança a cabeça. Resignado? Irritado? Ele vai recusar o meu pedido? Eu não faço ideia. Meu coração está acelerado. Eu não quero uma repetição da última vez.
Quando ele os abre novamente, ele estão flamejantes.
Tudo é possível!
"Você quer outro filho?"
"Sim."
"Ok. Vamos fazer outro bebê."

Obrigada à todos, como sempre, por seu apoio contínuo. EL xxx

"É muito difícil ir embora — até você ir embora de fato. E então ir embora se torna simplesmente a coisa mais fácil do mundo."
— Quentin Jacobsen

”I hate people but I love dogs.”